fraudeboleto

Fraude do boleto bancário no Brasil aponta prejuízos acima de 3,75 bilhões de dólares

fraudeboleto

 

A segurança da empresa é vital em qualquer tipo de organização, mas nenhum lugar é mais perceptível do que entidades financeiras. Afinal de contas são eles quem mais trafegam informações privadas com dados de pagamentos dos seus clientes.

 

Como já é de conhecimento de muitas das instituições, o aumento de ataques focados em transações financeiras, os bancos são alvos muito lucrativos para o cibercrime, como um ataque conhecido a anos no Brasil que já acumulou bilhões de dólares.

O Malware dos Boletos, custos dessas brechas já estão no teto!

Muitos bancos no Brasil tem apreendido uma lição de primeira mão com os perigos de serem menos rigorosos na segurança da empresa. De acordo com a ZDNet, nos últimos dois anos, um malware chamado BOLWARE foi onda incursões bem sucedidas nos bancos, o tempo todo iludindo os esforços  na detecção no lado dos bancos e dos clientes afetados.

O Bolware surgiu em 2012 no meio bancário brasileiro, no boleto que é o segundo meio de pagamento mais popular no país. Por causa dessa popularidade, uma rede criminosa concentrou atenção e desenvolveu um código malicioso “malware” que iria atuar como intermediador entre os clientes e bancos.

Essa tática é conhecida como man-in-the-browser (MITB), através dela o Bolware acumulou já mais de 3,75 bilhões de dólares desde os primeiros registros e hoje impacta diretamente em 34 diferentes sistemas bancários no Brasil.

Um relatório divulgado recentemente pelo grupo de pesquisas da RSA apontou que esse Malware é muito eficaz porque atua de modo virtual, tornando invisível quando está ativo. Diferentemente de alguns erros, o que causaria perturbações visíveis para um usuário experiente, facilitando sua detecção, o Bolware não deixa ser percebido, permitindo assim um cliente efetuar o pagamento de um boleto sem perceber que estavam nas garras dos hackers.

Esse incidente do boleto é um grande problema para a segurança cibernética, a sofisticação dos códigos maliciosos está crescendo tão rápido que os esforços para suprimi-los não são suficientes. Por este motivo a segurança da empresa precisa ter a atenção necessária para todo seu negócio. Felizmente uma pesquisa nova que sugere a necessidade da segurança cibernética.

Compartilhe!